Rede dos Conselhos de Medicina
Entidades médicas lançam comitê de monitoramento e divulgam manifesto pelo combate à pandemia no Brasil Imprimir E-mail

A Associação Médica Brasileira (AMB) e mais de 50 sociedades de especialidade médica lançaram, na última segunda-feira (15), o Comitê Extraordinário de Monitoramento Covid-19 para monitorar a pandemia em todo o país, além das ações dos órgãos responsáveis pela saúde pública. O comitê funcionará permanentemente enquanto durar a pandemia e vai transmitir orientações atualizadas para os cidadãos e para os profissionais de medicina.⠀

Durante o lançamento do comitê, foi divulgada uma carta aberta em que as entidades médicas defendem a vacinação em larga escala, o distanciamento social e a conscientização da população quanto às regras de prevenção contra o contágio do novo coronavírus.⠀

Disponível no site da AMB (amb.org.br), o texto destaca, entre outros pontos, o momento grave da pandemia e pede "união das inteligências" do país. "O Brasil requer união de suas inteligências, da soma de conhecimentos científicos, de estratégias unificadas e ação imediata. Não pode prevalecer a máxima do cada um por si. Nós, médicos, por ética, retidão e compromisso com os pacientes, dizemos claramente à Nação: o controle da situação nos foge às mãos, pois não estão sob nosso comando as ações, nem a gestão de saúde", diz ainda a carta.⠀

O documento ainda ressalta: "O momento torna necessárias comunicações recorrentes com esclarecimentos e orientações à saúde, por mais simples que pareçam. São elas a vacina, o combate às fake news e a conscientização individual e coletiva para as medidas de prevenção", diz o texto.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner