Rede dos Conselhos de Medicina
Fluxo de regulação de pacientes é discutido em reunião virtual Imprimir E-mail

A otimização do fluxo de regulação de pacientes com covid-19 na Paraíba foi discutida na tarde desta quarta-feira (17) por representantes do CRM-PB, dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, da Central de Regulação do Estado, além de prefeitos, secretários de saúde e diretores de hospitais. O objetivo da reunião foi organizar um protocolo que agilize a transferência de pacientes para unidades de saúde onde há vagas disponíveis.⠀

O presidente do CRM-PB, Roberto Magliano de Morais, questionou como há pacientes na fila de espera por leitos de UTI e enfermaria, se ainda havia vagas não ocupadas nos hospitais do estado. “Médicos nos relataram que há dificuldade na regulação de pacientes de hospitais e de UPAs para os hospitais de referência covid-19. Essa interlocução entre os dois serviços tem demorado mais do que o que deveria, diante da gravidade dos casos. É necessária mais celeridade”, disse o presidente do CRM-PB.⠀

Durante a reunião, o vice corregedor do CRM-PB, Klecius Leite, ressaltou a necessidade de se realizar um treinamento com os médicos que estão na linha de frente no combate ao novo coronavírus. Ficou acordado que o CRM-PB e a Secretaria Estadual de Saúde vão desenvolver metodologias para a qualificação destes profissionais.⠀

“O CRM-PB também solicitou que o governo do estado divulgue não apenas o percentual de leitos covid ocupados, mas também a quantidade de leitos existentes e disponíveis para entendermos melhor a realidade do estado”, disse o conselheiro Bruno Leandro de Souza. O Ministério Público ainda solicitou que o governo estadual faça esta divulgação de cada hospital e não apenas os percentuais por macrorregião.⠀

Além dos representantes do CRM-PB, estavam presentes também na reunião o procurador do Ministério Público Federal, Guilherme Ferraz, os promotores de Justiça do Ministério Público Estadual, Raniere Dantas, Adriana Amorim, Janaína Andrade e Uirassu Medeiros, além do secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrami, do prefeito de Campina Grande Bruno Cunha Lima, representantes das secretarias municipais de saúde de João Pessoa e Campina Grande, da Central de Regulação e de hospitais referência covid-19.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner