Rede dos Conselhos de Medicina
“A interiorização das ações do CRM-PB é uma ideia excelente, que aproxima o médico do Conselho” Imprimir E-mail

CRM-PB Entrevista: Danilo Mayer Feitosa de Oliveira


drdaniloEm junho deste ano, o médico Danilo Feitosa foi empossado como representante do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) na região de Monteiro, no Cariri. A partir de então, ele tem como missão fiscalizar, aconselhar e zelar pelos legítimos interesses dos médicos e da sociedade na região, conforme o Código de Ética Médica. Há alguns anos, o CRM-PB tem como uma de suas diretrizes ampliar a representatividade da classe médica nas cidades do interior.


Formado pela Faculdade de Medicina Nova Esperança (Famene), em João Pessoa, em 2011, Danilo fez Residência Médica em Cirurgia Geral pelo Hospital Universitário Alcides Carneiro, em Campina Grande (PB), e especialização em Endoscopia Digestiva Alta, em Goiânia (GO). Atualmente é cirurgião do Hospital de Trauma e do Hospital Antônio Targino, em Campina Grande, e cirurgião geral e endoscopista no Hospital Dia Santa Maria, em Monteiro, do qual é sócio-diretor.


“Sou monteirense e resido em Monteiro. Meu pai, o dr Nilo Feitosa, foi o meu maior incentivador em voltar à minha cidade após meus estudos”, diz. Na entrevista a seguir, ele fala também sobre a inauguração da Unidade de Terapia Intensiva no Hospital Regional de Monteiro (uma grande vitória para pacientes e médicos, após intervenções do CRM-PB), do orgulho em representar o Conselho em sua região, da assistência médica no Cariri e da necessidade de conscientização da população sobre o cumprimento das ainda fundamentais medidas de proteção contra a covid-19.


Em julho deste ano, o sr foi empossado como representante do CRM-PB na região de Monteiro. Quais os principais desafios?

Representar à altura o CRM-PB em minha região é de grande responsabilidade, suceder meu pai (Dr. Nilo Feitosa) em mesmo cargo, também. Acredito que os principais desafios são fiscalizar, aconselhar e ajudar colegas da região a atuar dentro de seus princípios morais e de nosso código de ética.


Como o sr avalia a interiorização das ações do CRM na Paraíba? Quais os benefícios para os médicos que trabalham no interior?

Ideia e projeto excelentes, aproximando nosso conselho dos médicos interioranos. Temos agora uma oportunidade de tirarmos dúvidas e resolvermos demandas de maneira mais simplificada, como também, nos atualizarmos com cursos e jornadas oferecidas pelo CRM-PB em nossa região, a exemplo da última sobre atualização em antibioticoterapia com a excelente palestrante Dra Ana Isabel, infectologista.


Após diversas intervenções do CRM-PB, em junho deste ano, a UTI do Hospital e Maternidade Santa Filomena, em Monteiro, foi aberta e iniciado seu funcionamento. Qual a importância desta unidade para a região, tanto para a população como para os médicos?

O Hospital Regional Santa Filomena, que leva o nome de minha bisavó, é o maior hospital da região. Temos uma maternidade funcionante, assim como uma emergência para atender casos de média complexidade. Com a abertura da UTI, podemos tratar pacientes que anteriormente tinham que ser encaminhados a Campina Grande e João Pessoa. Atualmente, a UTI interna apenas pacientes com Covid, mas, em breve, com a melhora da pandemia, ela servirá para internarmos casos mais complexos da clínica médica e cirúrgica. A UTI é importante também para o colega do pronto atendimento ter uma retaguarda, um suporte para os pacientes mais graves. Todos ganhamos, a população em geral, e nós médicos.


Como o sr avalia o atendimento médico à população do Cariri paraibano? O que o motivou a trabalhar nesta região?

Minha região tem uma boa assistência à saúde. Em Monteiro dispomos de um Hospital Regional com dois blocos cirúrgicos sendo um centro obstétrico; uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA); um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), pelo qual regulamos toda a microrregião do Cariri Ocidental; uma saúde básica completa com diversos postos de atendimento. Sou monteirense, filho do Médico Dr. Nilo Feitosa, sendo o meu maior incentivador a voltar para minha Monteiro após meus estudos. Com a construção de nosso hospital, o primeiro hospital privado de todo Cariri Ocidental - Hospital Dia Santa Maria - tive que estar presente e dentro do projeto. Hoje resido em Monteiro.


Mesmo com os dados relacionados à pandemia de covid-19 estarem melhorando, com a diminuição do número de casos e de óbitos, e o aumento dos vacinados, algumas medidas de proteção ainda precisam ser cumpridas, como o uso da máscara e evitar aglomerações. Como a população e as autoridades sanitárias de Monteiro têm se comportado quanto a estas questões?

A nossas autoridades sanitárias tem se engajado e estão atuantes nesse novo cenário de melhora da Covid, porém a população precisa de mais consciência, evitando aglomerações e intensificando a higienização de mãos e o uso de máscaras. Breve estaremos atingindo a imunidade de rebanho e com fé em Deus, venceremos esta guerra.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner