Rede dos Conselhos de Medicina
Alerta: Paraíba registra 104 casos de Influenza H3N2 e circulação da variante ômicron do coronavírus Imprimir E-mail

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES) emitiu Boletim Epidemiológico no último sábado (8 de janeiro) com a atualização dos dados sobre a Influenza A H3N2 no estado. Do mês de dezembro até o momento foram processadas 559 amostras para Influenza, sendo: 442 não detectáveis e 116 detectáveis para Influenza A. Dos casos confirmados, 104 são do subtipo H3N2.

Deste total, 45 foram hospitalizados com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e sete foram a óbito. Eles eram residentes dos municípios de Boa Vista (2), Cajazeiras (1), João Pessoa (2), Pedras de Fogo (1) e Santa Rita (1). Todos com idade acima de 70 anos e fatos de risco/comorbidades para complicações por influenza, como cardiopatia, diabetes, hipertensão e doença respiratória. O primeiro óbito ocorreu no dia 29 de dezembro de 2021, os demais entre os dias 2 e 8 de janeiro.

Na última quinta-feira (06), a SES ainda confirmou que foi identificada a variante ômicron do coronavírus na Paraíba. Trata-se de uma jovem de 31 anos, residente em Campina Grande, com duas doses da vacina pfizer e que apresentou sintomas no dia 10 de dezembro de 2021. A paciente evoluiu bem e teve alta.

Diante disso, o Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB) ressalta novamente a necessidade de se manter as medidas preventivas às infecções pelo coronavírus e pela influenza: uso correto de máscaras, distanciamento social e evitar aglomerações. O CRM-PB reforça ainda a importância de se completar o esquema vacinal contra a covid, com as duas doses e a de reforço.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner