Rede dos Conselhos de Medicina
Câmara Técnica alerta para formação de especialistas Imprimir E-mail
Qua, 24 de Novembro de 2010 14:40
A Câmara Técnica de Medicina do Trabalho se reuniu nesta quarta-feira (24) e discutiu a necessidade de divulgação, entre os médicos, dos pré-requisitos para obtenção do título de especialista. O coordenador do grupo, Mauro Asato, explica que não basta a realização de cursos de especialização lato sensu em Medicina do Trabalho para habilitar o registro profissional na especialidade. “Além de fazer o curso, o médico deve ter horas trabalhadas em Medicina Ocupacional e submeter-se à prova da Associação Nacional de Medicina do Trabalho, ou cursar Residência na especialidade”.
 
Outro assunto discutido pelos membros da Câmara foi a realização do Fórum Nacional das Câmaras Técnicas de Medicina do Trabalho. O encontro reunirá representantes dos grupos que discutem o assunto nos conselhos regionais de medicina.
 
O evento irá debater temas como a fiscalização de empresas de Medicina do Trabalho, a resolução de conflitos entre laudos emitidos por médicos peritos, assistentes ou do trabalho e os riscos a serem conhecidos na manipulação de nanopartículas, tendo em vista a ampla utilização da nanotecnologia, utilizada para manipular estruturas muito pequenas, em todo o mundo.
 
A realização do Fórum está prevista para junho do próximo ano, na sede do CFM, em Brasília.
 
Os membros da Câmara definiram ainda o calendário de reuniões de 2011. a primeira reunião do grupo no próximo ano foi agendada para o dia 23 de fevereiro.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner